Graxas EspeciaisTodas as Categorias

Graxa para engrenagens: as principais características, tipos e como escolher

Para manter uma engrenagem funcionando de forma adequada é necessário investir na lubrificação correta. Contudo, para escolher o tipo certo de lubrificante, é preciso primeiro saber com qual tipo de engrenagem estamos lidando, já que cada uma possui características e, portanto, necessidades distintas. Por esse motivo, existem diferentes tipos de graxa para engrenagens

Se você está em busca do lubrificante ideal para as engrenagens do maquinário da sua empresa, neste conteúdo vamos te ajudar a escolher o produto de maneira simples. Continue a leitura e confira as principais informações sobre o assunto. 

Principais características de graxa para engrenagens

Como já podemos perceber a graxa para engrenagens é muito importante para manter o funcionamento do maquinário industrial. Contudo, para que o lubrificante tenha o melhor resultado na melhoria de desempenho do maquinário e em aumentar sua vida útil é necessário que ele conte com algumas propriedades. 

Neste sentido, não basta apenas que as mesmas condições que o produto reduza o atrito entre as peças. Além disso, é preciso que as partes pelas quais a graxa escoa mantenha as mesmas condições de funcionamento. Sendo assim, a graxa para engrenagens deve contar com aspectos como:

  • Resfriamento;
  • Propriedades anticorrosivas e antidesgaste;
  • Condutividade elétrica em contatos deslizantes;
  • Proteção ao trabalho de extrema pressão;

Essas características vão assegurar que o lubrificante irá auxiliar nos processos produtivos e garantir um melhor desempenho dos equipamentos.

Tipos de lubrificantes para engrenagens 

Como mencionamos anteriormente, cada tipo de engrenagem possui uma particularidade. Da mesma forma, existem diferentes tipos de lubrificante, feitos com base nesses aspectos. Como resultado, na hora de escolher a graxa ideal é preciso levar essas características em consideração. 

Algumas engrenagens vão exigir uma lubrificação com grande espaçamento de tempo. Por isso, o produto precisa atender a critérios de alta performance e desempenho de longa duração. 

Outro ponto que precisa de atenção é a característica ligada a viscosidade. Ao escolher um tipo de graxa para engrenagens é necessário entender qual será a viscosidade ideal. Lembrando que para esse tipo de sistema a maioria dos produtos indicados é mais viscoso. 

Além disso, alguns tipos de lubrificante são formulados com aditivos para quebrar a espuma, o que melhora a performance nesse sentido. Já outros contam uma proteção conhecida como micropittign, que se trata do processo em que micro partes da engrenagem são arrancadas devido ao contato entre as peças. 

No caso dos produtos minerais, como é comum em todos os tipos de lubrificantes, a qualidade do óleo básico é um fator bastante relevante para a qualidade final da graxa. Dessa forma, quanto mais saturado for este componente, maior será a sua vida útil em serviço. 

Já em relação aos sintéticos, cada um possui uma característica. O que existe em comum é a promessa de uma vida útil muito maior em comparação com as opções minerais. Isso acontece porque o óleo básico é mais termoestável do que os básicos minerais. 

Assim, os tipos de base sintética que encontramos no mercado são:

  •  PAO – Produto Altamente Termoestável : possibilita períodos de troca;
  •  PAG – utilizado em engrenagem do tipo coroa sem fim, porque nesse tipo de sistema existe material de metal amarelo, que é atacado pela aditivação de extrema pressão. 

Como escolher a melhor graxa para engrenagens

O primeiro passo é verificar quais especificações o  fabricante indica como o tipo de lubrificante, o óleo básico, a viscosidade, especificações e qualquer outra informação relevante. Outro fator que deve ser considerado é qual lubrificante já foi utilizado no equipamento e demais fatores como:

  • Temperatura de trabalho;
  • Período de troca;
  • Ambiente operacional;
  • Carga;
  • Tipo de movimento.

Ainda sobre a escolha do lubrificante ideal na área industrial, o erro que mais se comete é levar em consideração somente o preço do produto. Embora preços menores sejam mais atraentes, a forma correta de se considerar o produto é pensando em seu custo/benefício. 

Isso porque um produto um pouco mais caro pode aumentar a vida útil do equipamento. Consequentemente, isso vai reduzir os custos de manutenção por quebra ou simplesmente evitar pausas desnecessárias para uma lubrificação constante. 

Veja também: Graxa para Alta Carga: tudo o que você precisa saber

Onde comprar graxas para engrenagens

É um fato de que quando falamos de graxa para engrenagens e lubrificantes industriais no geral precisamos optar por produtos de qualidade. Para isso, é preciso contar com um fornecedor especializado e de confiança. A Lumobras é especialista neste mercado e conta em seu catálogo com diferentes tipos de lubrificantes.

Conheça nossos produtos e tenha acesso a graxas de alta rotação, para alta velocidade, alimentícias, entre outras. Tudo isso prezando sempre por oferecer produtos de alta qualidade, prontos para entregar o melhor desempenho e trazer os benefícios que seus equipamentos precisam. 

Por isso, não perca mais tempo e conte agora mesmo com quem mais entre de graxas para engrenagens. Para mais informações entre em contato.

Para cotação ou dúvidas: (11) 4133-4000

Qual é a sua reação?

Animado
0
Feliz
0
Apaixonado
0
Mais ou menos
0
Empolgado
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você pode gostar