Graxas EspeciaisTodas as Categorias

Graxa sintética, o que é e quais suas principais aplicações?

Atualmente no mercado é possível encontrar diferentes tipos e categorias de graxas lubrificantes. Dessa forma, temos disponível uma ampla variedade de produtos, especialmente desenvolvidos para diferentes tipos de aplicação. A graxa sintética é uma categoria de lubrificante bastante importante para a indústria e, assim como as demais, possui características próprias.

Pensando nisso, desenvolvemos este conteúdo com informações sobre a graxa sintética. Aqui você vai descobrir para que tipo de aplicações ela é indicada, a diferença entre esta categoria e as minerais, entre outras informações relevantes. Continue a leitura e confira a seguir.

Graxa sintética: o que é?

Como o próprio nome já indica, a graxa sintética é constituída por óleos sintéticos, que podem representar mais de 80% da sua constituição. Além disso, ela conta com uma grande variedade de aplicações em diversos segmentos da indústria. 

Outra vantagem deste produto é a variedade também no que diz respeito ao uso de agentes espessantes. Uma das desvantagens da graxa sintética é a falta de resistência ao atrito em sistemas que operam em temperaturas mais baixas.

 Entre os óleos sintéticos que constituem esse tipo de graxa temos:

Tais óleos utilizados como base são altamente resistentes à oxidação e amplamente utilizados em lubrificações permanentes em temperaturas padrões. Para adquirirem o teor espesso necessário, algumas substâncias são utilizadas, tais como bentonita e também o sabão de lítio.

Aplicações da graxa sintética

As graxas da categoria sintética possuem uma grande variedade de aplicações, entre elas temos:

  • Micromecanismos e robôs;
  • Mancais e rolamentos de motores elétricos;
  • Conectores, peças microeletrônicas;
  • Canais e lábios de junta de estanqueidade;
  • Barras de deslizamento e corrediças;
  • Rolamentos de rolos cilíndricos e cônicos, entre outros. 

Características da graxa: diferença entre graxa sintética e mineral

A graxa é um tipo de lubrificante que conta em sua composição de 70% e 95% de óleo com a função de lubrificação. Como vimos acima, quando uma graxa é denominada de sintética significa que o seu óleo base pertence a essa categoria. As graxas minerais, por sua vez, são compostas por óleos minerais.

Neste sentido, os óleos minerais tem como base de produção o refino de petróleo e, por isso, acaba mantendo algumas impurezas. Já o óleo sintético, por outro lado, conta com bases sintetizadas onde não existem impurezas. Além disso, é possível formar moléculas com tamanhos e também tipos pré-definidos.  

Para mais, as graxas podem possuir aditivos que terão funções específicas na composição. Entre elas estão:

  • Atuar na inibição de corrosão;
  • Aumentar a adesividade;
  • Aumentar a resistência à pressão, entre outras.

O restante da composição da graxa se refere aos espessantes que, por sua vez, são responsáveis por “ligar” todos esses elementos. Contudo, eles também trazem diversas características adicionais, como: resistência à lavagem, temperatura de trabalho (relacionado a resistência do espessante), etc.  

Diferença entre graxa sintética e aditivada

A principal característica da graxa aditivada é que ela irá contar em sua constituição com alguns aditivos e agentes que atribuem a ela um caráter mais espesso. O alumínio, cálcio, o bário e o lítio são alguns desses agentes. 

Com isso, tais aditivos irão atuar conservando as características de antioxidação e proporcionando uma resistência maior à ação da água e outros solventes. Eles também podem criar uma maior capacidade de adesão, garantir uma resistência melhor a temperaturas e pressões, etc.  

Importância da graxa para as indústrias

Atualmente a graxa sintética (e as graxas de modo geral) tem uma grande importância em diferentes segmentos industriais, uma vez que a falta de uso do produto pode levar a:

  • Aumento do atrito entre as peças;
  • Aumento do desgaste;
  • Ruídos;
  • Dilatação das peças;
  • Rompimento das peças;
  • Desalinhamento e mau funcionamento;
  • Gripagem.

O uso das graxas no maquinário industrial também garante um alto grau de desempenho e produtividade. Além disso, reduz o desgaste das peças. Para mais, quando optamos por um produto de qualidade, ele irá proporcionar uma alta proteção contra desgaste prematuro das peças. Como resultado, seu uso também previne falhas inesperadas. 

Qual graxa utilizar

Existe uma grande variedade de graxas no mercado desenvolvidas para atender a diferentes especificidades. Contudo, o mesmo tipo de graxa pode ser utilizado em diferentes equipamentos e em ambientes distintos. 

Diante disso, as graxas lubrificantes geralmente são aplicadas em mancais de rolamento e deslizamento, bem como em guias de deslizamento e em cabos de aço. Alguns tipos são mais indicados para certas condições, como temperaturas extremas, altas cargas e altas velocidades.  

Como existem diferentes aplicações e diversos tipos de graxas, na hora de escolher o produto ideal é de suma importância levar em consideração as condições que a substância será submetida. Isto é, ao escolher a graxa, é preciso pensar na sua aplicação e nas condições do ambiente. 

Seus componentes também são um fator bastante relevante. Por isso, o óleo básico presente em sua composição e o espessante também devem ser considerados. É importante salientar que o óleo básico é selecionado de acordo com as condições nas quais a graxa será utilizada. 

Dessa forma, se a graxa for aplicada em condições uniformes e moderadas de temperatura, produtos de óleos básicos minerais irão atender. No entanto, se o seu uso for destinado a locais de amplas faixas de temperatura, o mais indicado é que o óleo básico seja sintético. 

Dentre os principais tipos de graxa para a indústria podemos citar:

Graxa cobreada;

Graxa para alta temperatura;

Graxa alimentícia;

Graxa para alta rotação;

Graxa para alta carga;

Graxa branca.

Comprar graxa sintética 

A graxa sintética é o produto que você precisa para o seu maquinário? Então conte com quem mais entende de lubrificantes. A Lumobras possui em seu catálogo de produtos os mais variados tipos de lubrificantes industriais, que atendem a diferentes tipos de ambientes e especificidades. 

Ao entrar em contato com a empresa você terá acesso não apenas a produtos de alto padrão de qualidade, mas também a um atendimento totalmente especializado. Dessa forma, você poderá tirar todas as suas dúvidas na hora de adquirir o produto. Por isso, entre em contato agora mesmo para saber mais.

Onde comprar?

Para cotação ou dúvidas: (11) 4133-4000 

Qual é a sua reação?

Animado
0
Feliz
0
Apaixonado
0
Mais ou menos
0
Empolgado
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você pode gostar